Confira a Live "Uma teoria e uma prática de pesquisa para a telenovela brasileira"



Conferencista convidada: Maria Immacolata Vassallo de Lopes (ECA-USP) "Venho realizando estudos teóricos e empíricos sobre o fenômeno da telenovela no Brasil há mais de duas décadas. Nesta apresentação pretendo reunir esses estudos avançando no que poderia ser chamada de uma teoria para a telenovela brasileira. Os dois conceitos-chave dessa teoria são: a telenovela como narrativa da nação e a telenovela como recurso comunicacional. O primeiro demonstra como a telenovela no Brasil se incorporou, ao longo de sua história, à cultura do país, tornando-se um de seus elementos mais distintivos e aquele que, possivelmente, melhor caracteriza hoje uma «narrativa da nação». O segundo defende a hipótese de que por ter conseguido alta credibilidade, a telenovela brasileira tornou-se um espaço público de debates de temas representativos da modernidade que se vive no país, convertendo-se assim em um «recurso comunicacional». Como trabalho metodológico, essa teoria foi se espraiando principalmente através dos mapas barberianos, a partir das mediações: matriz cultural, formato industrial, lógicas da produção e competências da recepção. Desde o início, porém, meus estudos sobre a telenovela estiveram entranhados com a necessidade de sua institucionalização. A institucionalidade do conhecimento é um recurso epistemológico de qualquer ciência e, no caso desses estudos de telenovela, foi se dando através da criação de uma rede internacional de pesquisa - o Observatório Ibero-Americano da Ficção Televisiva (Obitel) - e da Rede Brasileira de Pesquisadores da Ficção Televisiva (Obitel Brasil)."